PALAVRA (s.f.) #7 – Melhor não ser deusa 

na vitrine do episódio, consta o logo do podcast, uma máquina de escrever pegando fogo, o título “Distopias, a bomba e a rosa”, o logotipo da rede #OPodcastÉDelas.
Incêndio na Escrivaninha #28 Distopias, a bomba e a rosa
16 de julho de 2021
Quarta Parede #172 – Juliet Nua e Crua
16 de julho de 2021

PALAVRA (s.f.) #7 – Melhor não ser deusa 

Imagem quadrada, com fundo colorido de formas geométricas que imitam vidro. À frente e à esquerda tem a logo do podcast "Palavra Substantivo Feminino" e à direita tem a logo da #OPodcastÉDelas. Logo abaixo tem a foto em preto e branco de mulher branca usando óculos escuros e cabelos soltos, sorrindo com lábios fechados. Em cima da foto se lê "Ep #7 CMelhor não ser deusa com Lila Mesquita" nas cores branco, azul e rosa.

Imagem quadrada, com fundo colorido de formas geométricas que imitam vidro. À frente e à esquerda tem a logo do podcast "Palavra Substantivo Feminino" e à direita tem a logo da #OPodcastÉDelas. Logo abaixo tem a foto em preto e branco de mulher branca usando óculos escuros e cabelos soltos, sorrindo com lábios fechados. Em cima da foto se lê "Ep #7 CMelhor não ser deusa com Lila Mesquita" nas cores branco, azul e rosa.

Acredite, é melhor não ser deusa. Mulheres são tão estimuladas a seguir determinados padrões, a fazer o que é esperado delas, que às vezes tentando fugir desses estereótipos acabam tropeçando em idealizações igualmente pré-estabelecidas. Ou seja, até pra sair da caixinha parece que precisam farejar um caminho contra-hegemônico. Deusas, loucas ou feiticeiras, arquetípicas e mitológicas, podem, no entanto, se servirem de histórias e simbologias como atalhos para aprofundarem a autopercepção. 

Isso é parte do caminho proposto por Lila Mesquita, convidada do 7º episódio do PALAVRA (s.f.). Em seu trabalho, Lila ajuda mulheres a construírem o seu feminino longe de estereótipos e é criadora e apresentadora do podcast “Cheia de Camadas”. 

Nessa conversa, Dani e Lila falam sobre cada uma, a relação com as outras e (não) terminam tentando encontrar uma maneira orgânica de agir na transformação dessa perversa realidade. Nem tanta leveza, muita consciência. 


Créditos:
Redação e produção: Daniele Moraes
Edição: Domenica Mendes
Direção de arte: Marco Brito

Músicas utilizadas no episódio:

Pleasant Porridge by Kevin MacLeod
Link: https://incompetech.filmmusic.io/song/7614-pleasant-porridge
License: https://filmmusic.io/standard-license

Nuh Na Nuh by Kevin MacLeod
Link: https://incompetech.filmmusic.io/song/6429-nuh-na-nuh
License: https://filmmusic.io/standard-license

Letra da Lila Mesquita:
Livro “Comunicação Não Violenta” – Marshall Rosenberg
Livro “Mulheres que Correm com os lobos” – Clarissa Pinkola Estés
Podcast “Pra dar nome às coisas”
Podcast “Cheia de Camadas” – episódio Deméter

@lila.mesquita
Podcast “Cheia de Camadas”
Grupo Sustenta – canal Telegram da Lila Mesquita