Tetas na Mesa #22 – Mãe solo

Leituras do Mês #3: Visibilidade Lésbica
26 de agosto de 2019
PPKas Cintilantes #16 – Culturas, casais e intimidades.
29 de agosto de 2019

Tetas na Mesa #22 – Mãe solo

Imagem com fundo claro, ao centro está escrito #22 – Mãe solo, embaixo tem a logo do podcast Tetas na Mesa e em cima à direita tem a logo da rede O Podcast é Delas.

Para fechar agosto, o mês em que comemoramos o dia dos pais, fizemos um episódio sobre o que essa data realmente significa pra grande parte dos brasileiros: não ter pai. Seja porque nem ao menos apareceram pra registrar a criança, seja porque um dia foram embora abandonando os filhos, ou ainda aqueles que mesmo vivendo uma vida inteira na mesma casa nunca participaram ativamente dos cuidados.

Para falar de paternidade precisamos falar de ausência. E de patriarcado. E de machismo. Sim, de novo. Se você quer entender um pouquinho mais sobre todos esses assuntos que a gente tanto fala, basta bater um papo com uma mãe solo. E se você já não for uma, infelizmente não será nada difícil de encontrar uma mulher entre milhões que criam seus filhos sozinhas.

No 22º episódio do Tetas na Mesa, Érica, Dani e Thaís conversaram com a Juliana Queiroz, mãe solo da Clarice, de 11 anos, e constataram, mais uma vez, que ainda estamos bem distantes da igualdade entre os gêneros que tanto almejamos alcançar.

Episódio começa aos 8min58s.

Siga a gente nas redes sociais! Somos o @tetasnamesa no Instagram, Twitter e Facebook.
E se você preferir nos mandar um e-mail, envie para tetasnamesa@gmail.com.
Queremos te ouvir! Conta pra gente o que achou do episódio e se tem alguma treta que você queira que a gente aborde ou somente nos mande oi, que a gente adora conversar!

Créditos:
Edição: Ique Muniz – iquemuniz@gmail.com
Música da abertura: Os Tempos Mudam, de Rodrigo Ogi e Lurdez da Luz.

Queimando o Sutiã:
Érica: série Gilmore Girls e especial Gilmore Girls: Um Ano para Recordar, disponíveis no Netflix.
Thaís: site Change.org para participar de abaixo-assinados e podcast Dilemas da Lua Barros e Pedro Fonseca, disponível no Spotify.
Dani: ir ao cinema sozinha para dar uma novo gás na rotina e se quiser, ver o filme do Tarantino, Era uma Vez em… Hollywood.
Juli: fazer o que você gosta de verdade, mesmo que seja ler livros e ver documentários cabeça.

Financie o podcast que você ama e faça ele continuar! Através do link catarse.me/tetasnamesa você escolhe um plano de assinatura que cabe no seu bolso. ♥